Editorial Frônesis Christian School

Ao sermos o primeiro colégio cristão clássico de toda América Latina nos propomos, como pioneiro que somos, também nos posicionarmos claramente quanto ao que defendemos e qual o estandarte – que é o de Cristo – que carregamos.

 

Enquanto uma instituição cristã, enraizada nos valores contidas na palavra de Deus, e que busca uma consciência intelectual a partir de uma educação clássica, o Frônesis Christian School põe-se como um colégio que defende abertamente valores da família tradicional, da liberdade, da moral e dos bons costumes.

Como embaixadores de Cristo em nossas comunidades local e nacional, defenderemos todas as instituições e os princípios que constituíram nossa civilização ocidental. Nos pomos, portanto, do lado da moral judaico-cristã que, juntamente com o direito romano e a filosófica grega, baliza nossa sociedade. Buscamos associar a fé a um processo integrado ao currículo básico, provendo ao estudante uma clara articulação das normas e conceitos que sustentam a sociedade democrática e livre desde a sua fundação. Esses valores, ao longo da história da humanidade, têm-se relacionado com movimentos conservadores.

O Marxismo, ideologia que prega o comunismo, vai na contramão do que defendemos. Toda a filosofia e sociologia socialista é anti-Deus e busca desconstruir e relativizar os valores pétreos fundadores de nossa civilização como outrora citado. Através das experiências históricas do socialismo no século XX, pudemos perceber como esta ideologia nefasta matou mais que as duas grandes guerras mundiais e o holocausto juntos, além de cercear a liberdade individual e perseguir a Igreja de Cristo. Essa mesma ideologia, a partir da década de 1970, reformulada pela Escola de Frankfurt junto com o surgimento da New Left (Nova Esquerda), luta, desde então, pelo fim da família tradicional – instituição criada por Deus em Gênesis 2:24 –, pela relativização do que seja bom, belo e verdadeiro e pela ideologia de gênero. Este Marxismo Cultural está impregnado em nossa sociedade, igrejas e salas de aulas e, como cristãos, devemos lutar pelo fim deste movimento.

Apesar destes ideais estarem presentes nos debates políticos, o Frônesis Christian School acredita, no entanto, que este trabalho não se restringe ao campo político – uma vez que este não afeta só a esfera política – e que devemos, a partir de uma educação baseada na cosmovisão bíblica e nas sete artes liberais (Gramática, Lógica, Retórica, Aritmética, Gramática, Música e Astronomia), junto às famílias, formar cidadãos de bem à nossa nação, pautados nos conceitos que julgamos serem corretos. Isso só é possível com honestidade intelectual, mostrando ao estudante todas os vieses do conhecimento– inclusive a marxista –, deixando-o, a partir de uma consciência crítica e construção de erudição, decidir qual linha ideológica deseja seguir.

Desta forma, cremos que quando ensinamos a criança no caminho que ela deve andar, ainda que ela for idosa jamais se esquecerá deste caminho (Provérbios 22:6). Nossa esperança, assim, permanece em Cristo e não em políticos, pois só nosso Deus pode redimir esta nação, que precisa menos de uma reforma política que salvação do seu povo.

Ao sermos o primeiro colégio cristão clássico de toda América Latina nos propomos, como pioneiro que somos, também nos posicionarmos claramente quanto ao que defendemos e qual o estandarte – que é o de Cristo – que carregamos. Uma educação cristã clássica nutre a próxima geração de cristãos para viver uma vida marcada por um profundo entendimento de Cristo, Seu universo, Seu povo e Seu caminho. A partir do Criador e de Sua Santa Palavra podemos estudar nosso mundo objetivamente; só Ele é a única possiblidade lógica de explicação do universo e de como tudo se relaciona.

Sabendo que nossa comunidade escolar busca que tais valores estejam presentes na criação de seus filhos, nos comprometemos a sermos sempre decididamente cristãos e distintivamente clássicos.

Roberto Henriques Coelho Junior
João Marcos Paladino Coelho
Fundadores e Diretores do Frônesis Christian School