A prática das sete artes liberais é datada desde a Grécia Antiga e se estendeu por toda a civilização ocidental, formando as maiores mentes da humanidade. O próprio Rei Salomão, o homem mais sábio e rico de todo o mundo, destinava seu templo para instrução nas Sete Artes liberais, como aponta a pesquisadora Lidice Canella:

 

"

Tendo como fundamento essas escolas que funcionavam no Templo, pode-se entender porque um aprendiz dos ensinos do Rei Salomão deve: falar pouco e bem (gramática e retórica), exprimindo a verdade (lógica); deve saber contar e medir seu pensamento, seus projetos e ações (aritmética e geometria), vivendo em harmonia com seus semelhantes (música), mantendo-se humilde diante do Grande Arquiteto Universal, mirando-se no exemplo de atração e harmonia existente entre os astros (astronomia).

"

 

(in: As viagens dos Vassalos do Rei Salomão ao Rio das Amazonas, João Pessoa, 2011. p. 316)

 

As Sete Artes Liberais

Base da Educação Clássica
  • Gramática
  • Música
  • Lógica
  • Aritmética
  • Geometria
  • Retórica
  • Astronomia
  • Ocupa-se de simbolizar o ser, tendo como aspecto primário a palavra e seus significados.

    (Pulchrum – Hermenêutica)

    “A educação musical é a parte principal da educação, porque o ritmo e a harmonia têm o grande poder de penetrar na alma e tocá-la fortemente, levando com eles a graça e cortejando-a, quando se foi bem-educado”

    Platão, República, III 402a.

    Ocupa-se do pensamento sobre o ser e como algo pode ser conhecido, tendo o conceito como matéria prima. A partir das palavras, criamos os conceitos que devem manter sua correspondência com a verdade.

    (Verum – Intelectualidade verdadeira)

    A palavra grega ars em latim significa “virtude”; o termo “ritmo” significa “número”. Por isto, a palavra “aritmética” significa “virtude dos números".

    Esta virtude dos números trata da qualidade especial deles, no sentido de que todas as coisas são formadas à sua semelhança.

    (Hugo de São Vítor, in: Didascalicon)

    Estudo dos números no espaço, a disciplina que mede as distâncias e tamanhos dos corpos e da medida do mundo. Pode ser conhecida como cosmometria.

    Ocupa-se da atuação do ser na aplicação da comunicação. Seu aspecto normativo está na eficácia da persuasão, sendo esta cada vez melhor quanto mais circunstancial.

    (Prudentia – Afetividade e Volição).

    Astronomia tem seu nome originado da lei dos astros. Significa, portanto, “lei dos astros” ou “caminho dos céus”, tendo em conta o curso, os círculos, o nascimento e o ocaso das estrelas, investigando o motivo da denominação de cada uma delas.

    (Adaptado de Hugo de São Vítor, in: Didascalicon)